top of page
Buscar
  • Foto do escritorJorge Carvalho

Como tratar dor crônica na coluna?


Homem com dor crônica na coluna

As dores na coluna são bastante comuns na vida da maioria das pessoas. Diversas patologias como a lombalgia e a cervicalgia, por exemplo, surgem após o início de dores que vão ganhando intensidade com o tempo. A falta de cuidado nos primeiros sinais de dor acaba sendo o cenário perfeito para o surgimento de dores crônicas.


Por ser uma estrutura essencial para o corpo humano, as dores crônicas na coluna podem prejudicar bastante a qualidade de vida das pessoas. A maioria das dores surge por questões como a má postura, que favorece o surgimento de diversos tipos de patologias e dores.

A fisioterapia é uma grande aliada para o tratamento das dores crônicas, evitando o desenvolvimento de quadros ainda mais complexos que podem demandar cirurgia. Para entender como a fisioterapia pode ajudar pessoas com dores crônicas na coluna, conversamos com a fisioterapeuta Carolina de Almeida, da Clinic Advance, que nos ajudou a montar este artigo.


Quais são as principais características e consequências da dor crônica na coluna?

A dor crônica pode estar a associada a questões da saúde do corpo ou da mente, mas se caracteriza principalmente como um tipo de dor que surge repentinamente e dura por meses ou até anos.


No geral, podemos dizer que a pessoa possui uma dor crônica na coluna quando ela já sofre com as dores há alguns meses, mesmo que variando de intensidade. Vale ressaltar também que a dor crônica na coluna também pode ocorrer por alguns meses e depois desaparecer e voltar depois de um tempo. Isso é bastante comum!


“As principais consequências das dores crônicas é que elas apresentam um quadro mais complexo. O tratamento é bem mais complicado! Isso porque as dores crônicas estão ligadas a diversas patologias do corpo, o que acaba por trazer limitações para ações simples do dia a dia como se sentar, caminhar, correr ou se inclinar, por exemplo”, complementa Carolina.


Quais as diferenças entre uma dor aguda e uma dor crônica?

“A dor aguda tem duração curta, geralmente ela melhora rapidamente e pode voltar de tempos em tempos. Já a dor crônica é uma dor que se estende por meses e até anos, que a pessoa passa por períodos de melhora e pior, mas nunca deixa de sentir a dor” explica Carolina.


Podemos entender que a dor crônica tem um peso muito maior na vida das pessoas. Por durar por muito mais tempo, as dores crônicas acabam prejudicando a qualidade de vida das pessoas durante longos períodos.


E quando a dor crônica é na coluna, as limitações costumam ser ainda maiores, já que as dores podem dificultar ações simples do dia a dia como andar, correr, se abaixar, se sentar, impedindo que a pessoa possa trabalhar, curtir momentos em família com qualidade.

O que pode causar a dor crônica na coluna?

Existem diversas causas para o surgimento de dor crônica na coluna, separamos as cinco principais causas abaixo, confira:


Má postura

A má postura pode causar sérias consequências ao longo da vida, entre elas, a dor crônica na coluna. A postura é essencial em cada movimento que realizamos e quando temos uma má postura, diversos problemas costumam surgir ao longo dos anos. Por isso, procurar formas de corrigir a postura com o alinhamento postural é muito importante.


Genética

As dores crônicas também podem surgir por questões genéticas. Diversas pessoas acabam desenvolvendo dores crônicas por terem predisposição genética. Dessa forma, se membros da sua família sofrem com dores na coluna, fique bastante atento!


Envelhecimento

O envelhecimento também pode ser uma causa para as dores crônicas na coluna. Com o passar do tempo, nosso corpo muda, nós perdermos força e ficamos com uma estrutura esquelética e muscular mais frágil. Isso favorece o surgimento das dores crônicas na coluna.

Lesões traumáticas

Pessoas que sofreram lesões na coluna após acidentes de carro, quedas ou outros eventos traumáticos também tendem a desenvolver dores crônicas na coluna.


Atividades repetitivas

Outro fator bastante comum para o desenvolvimento da dor crônica são as atividades repetitivas. Pessoas que ficam sentadas durante muito tempo, por exemplo, podem desenvolver dores na coluna.


Quem trabalha carregando peso durante o dia também. Até mesmo pessoas que ficam em pé por horas ou mesmo trabalham digitando no computador por horas tem mais facilidade para desenvolver dor crônica na coluna.


Como funciona o tratamento para dor crônica na coluna?

A fisioterapia é uma das principais aliadas no tratamento das dores crônicas na coluna. Quem deseja fazer um tratamento eficaz e não invasivo pode recorrer a uma clínica de fisioterapia.


A Clinic Advance trabalha em diversas frentes para garantir que os pacientes não só tratem as dores, mas que eliminam as causas da dor, impedindo que elas retornem.


Para te ajudar a entender, listamos abaixo algumas dicas importantes e entenda como funciona o tratamento das dores crônicas da coluna na Clinic Advance, confira:


Tenha atenção a dor!

“A dor é sempre um sinal de alerta! Então é importante que ao sentir dores, a pessoa procure por ajuda profissional. Muitas vezes, as pessoas começam a sentir dores e tomam um remedinho. Aí a dor melhora, mas depois volta com mais intensidade. E é a partir disso que surgem as dores crônicas” explica Carolina.


Alinhamento Postural

O alinhamento postural é um conjunto de técnicas de terapia manual essencial no tratamento das dores crônicas.


Isso porque esse método visa equilibrar o corpo. No dia a dia, adquirimos muitas compensações causadas pela má postura ou pelas atividades da nossa rotina. Por isso, o primeiro passo no tratamento é aplicar o alinhamento postural para harmonizar o corpo.


“Aqui na Clinic Advance, nós sempre priorizamos o alinhamento postural para tratar dores. Afinal, não adianta tratar uma dor, sem o corpo estar harmonizado. Então, realizamos as técnicas de alinhamento postural para equilibrar o corpo” afirma Carolina.


Fisioterapia para diminuição das dores e fortalecimento da região da coluna

“Depois de aplicar o alinhamento postural, passamos para a fisioterapia convencional com o uso de diversos aparelhos e a analgesia. E por fim, entramos com trabalho de alongamento, fortalecimento e mobilidade para ajudar o paciente a fortalecer a região também para prevenir que as dores retornem”, complementa Carolina.


Os exercícios de alongamento, mobilidade e fortalecimento também são muito importantes para o tratamento das dores crônicas. É importante recuperar e fortalecer a região da coluna para impedir que as dores retornem, ajudando também o paciente a desenvolver uma consciência corporal.


Importância do tratamento preventivo das dores

“É muito mais fácil tratar uma dor aguda logo de início para que ela não desenvolva uma dor crônica, então nós recomendamos muito o tratamento preventivo das dores para evitar o surgimento de quadros mais complexos de dor”, explica Carolina.


Quanto mais rápido for o tratamento, menores serão as chances de desenvolver dores crônicas na coluna. Dessa maneira, como já falamos aqui: a dor é sempre um sinal de alerta! Ao primeiro sinal de dores, procure um fisioterapeuta!


Está sentindo dores na coluna? Quer acabar com as dores e viver melhor? Marque uma avaliação com um de nossos profissionais! Venha recuperar a sua qualidade de vida com a gente!





23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page