top of page
Buscar
  • Foto do escritorJorge Carvalho

Dores no tornozelo: o que pode ser e como tratar?



As dores no tornozelo são bastante incômodas e influenciam diretamente na nossa qualidade de vida. O tornozelo é uma das principais articulações do nosso corpo, já que é responsável por dar sustentação ao nosso corpo. Então, estar com o tornozelo saudável é importante para ter mais estabilidade e amplitude ao caminhar ou correr. 


Aliado a essa importância, o tornozelo também é uma das articulações mais vulneráveis a lesões, já que é exposto diretamente a sobrecargas no dia a dia. Aqui, vamos te ajudar a entender quais são as principais causas e como a fisioterapia pode te ajudar a tratar o problema. 


Para isso, conversamos com o fisioterapeuta Pedro Henrique de Medeiros, da Clinic Advance, para entender mais sobre o assunto. 


Quais são as principais causas de dores no tornozelo?

Existem algumas causas mais comuns para dores no tornozelo, listamos elas abaixo, confira:


Lesões durante atividades físicas 

“Normalmente, a dor no tornozelo é associada a prática esportiva. Então, geralmente as dores são resultados de alguma lesão no local. Nós temos dois tipos de lesão no tornozelo, o qual são a inversão, quando o pé torce para dentro, e a eversão, quando o pé torce para fora”, explica Pedro.


A torção no tornozelo é uma lesão muito comum em atletas profissionais e amadores, e pode acontecer durante a prática de esportes devido à intensidade e contato. 


Lesões durante atividades do dia a dia 

“Também é possível que a pessoa sofra uma entorse de tornozelo ao realizar alguma atividade do dia a dia, como estar andando e sofrer um escorregão ou pisar em falso ao caminhar pela rua”, destaca Pedro. Torcer o tornozelo em atividades do dia a dia, infelizmente, é algo comum e por isso é preciso redobrar a atenção na rotina. 


Doenças que afetam o tornozelo 

Além das lesões que podem acometer os tornozelos, as dores também pode estar associadas a alguma doença que afeta a região e causa um processo inflamatório. Condições como a tendinite, a artrite, a gota, a artrose e a bursite são problemas que podem afetar os tornozelos e causar inflamações de diferentes níveis nas articulações. 


Luxações e fraturas 

Em casos mais graves, as lesões causadas em atividades físicas ou rotineiras podem ser mais graves, causando condições como luxações e fraturas no local.


A luxação acontece quando a articulação sai do lugar e isso causa dores e um processo inflamatório na região. Já a fratura é quando o osso se quebra, o que, em casos mais graves, demanda a necessidade de cirurgia. 


Como saber se o tornozelo está inflamado? 

Se você está sentindo dores no tornozelo, é importante saber identificar se a dor é pontual ou está sendo causada por uma inflamação no local. 


E para além das dores, a inflamação no tornozelo apresenta outros sintomas que podem ajudar a entender a gravidade do problema como o inchaço, a vermelhidão, a sensação de rigidez e a dificuldade para se movimentar ou mesmo ficar em pé. 


Como a fisioterapia ajuda a tratar as dores no tornozelo? 

Dentro do tratamento para recuperar os movimentos plenos do tornozelo, a fisioterapia tem um papel muito importante. As sessões de fisioterapia são fundamentais para combater as dores, diminuir a inflamação e ajudar o paciente a recuperar a amplitude dos movimentos e a estabilidade do corpo. 


“A fisioterapia auxilia no tratamento para diminuir a inflamação e tratar as dores. A entorse de tornozelo causa um processo inflamatório, que além da dor, pode causar o inchaço e até mesmo o rompimento de alguns ligamentos’, afirma Pedro. 


“Com isso, fazemos o tratamento com diversas condutas fisioterapêuticas para manipular e ajudar a diminuir as dores e drenar o inchaço da lesão. E nisso entram exercícios de alongamento, fortalecimento, manipulações manuais, compressas e eletroterapia, entre outros recursos”, complementa.


Como posso aliviar as dores no tornozelo em casa? 

Além do tratamento e acompanhamento com um fisioterapeuta e um ortopedista, o paciente pode realizar atividades simples para ajudar no alívio das dores no dia a dia. 


“Nós indicamos que o paciente sofreu uma entorse e está com dor no tornozelo, comece por fazer a compressa fria nas primeiras 72 horas. E posteriormente, o paciente pode fazer compressas de água quente”, indica Pedro. 


“A compressa fria vai ajudar a diminuir as dores e o inchaço; por isso, é importante ser aplicada logo nas primeiras horas após a lesão. E a compressa quente entra num segundo momento para aumentar a circulação sanguínea na região e promover o relaxamento. Isso traz mais mobilidade, diminui o inchaço, e consequentemente, as dores”, explica. 


E além das condutas para aliviar dores e inchaço, o paciente também pode realizar exercícios de alongamento, fortalecimento e propriocepção para conseguir recuperar a mobilidade e acelerar a recuperação total da lesão. 


Está sofrendo com as dores no tornozelo? Faça uma avaliação com um de nossos profissionais e recupere a sua qualidade de vida! Agende sua consulta agora!




82 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page