top of page
Buscar
  • Foto do escritorJorge Carvalho

Eletroterapia: o que é e como usar na fisioterapia


Tratamento com eletroterapia

A eletroterapia é uma técnica bastante antiga e que vem sendo utilizada na fisioterapia para o tratamento de diversos tipos de patologias e dores do corpo. Por meio dos “choquinhos”, em conjunto com outras técnicas de fisioterapia convencional e o alinhamento postural, a eletroterapia consegue aliviar dores e incômodos corporais. 


Aqui, vamos te explicar como a eletroterapia é utilizada na fisioterapia e quais são os seus principais benefícios. Para nos ajudar nesse artigo, convidamos o fisioterapeuta Pedro Henrique de Medeiros, da Clinic Advance. Então, vamos lá entender como a eletroterapia pode te ajudar! 


O que é eletroterapia? 

“A eletroterapia é uma conduta de um tratamento fisioterapêutico, que é desenvolvida por meio de diversos aparelhos como a corrente elétrica, o globus, o tens, a corrente russa, laser e ultrassom, entre outros equipamentos.Esses aparelhos são usados para reforço muscular, analgesia, estimular a sensibilidade do nervo, além de também serem usados para cicatrização e recuperação tecidual”, explica Pedro.


De acordo com os registros, a eletroterapia surgiu ainda no século XVI para tratar dores e patologias do corpo. Na época, a técnica já era realizada por meio de choques elétricos localizadas para a analgesia. Nesse período, peixes e raias elétricas eram aplicadas na pele. 


Com o avanço da tecnologia e da medicina, atualmente o método de eletroterapia utiliza de diversos aparelhos para tratar não só as dores, mas edemas, cicatrização e até mesmo tendo uso estético para a eliminação de gordura localizada. 


Como a eletroterapia é usada na fisioterapia?

“Usamos a eletroterapia nos tratamentos fisioterapêuticos para diminuir as dores, melhorar a circulação sanguínea, promover o relaxamento da musculatura e fazer o reforço muscular, em casos de pacientes que fizeram uma cirurgia recente”, destaca Pedro. 


A estimulação de músculos e tecidos por meio de choquinhos elétricos é feita por meio de diversos aparelhos, confira quais são os principais dispositivos utilizados na eletroterapia abaixo:


Corrente russa

A corrente russa é um aparelho que ativa as contrações musculares por meio de uma corrente elétrica contínua. 


TENS (Estimulação Elétrica Nervosa Transcutânea)

Outro aparelho muito usado na eletroterapia é o TENS que é um dispositivo que controla a intensidade dos estímulos elétricos na pele. O aparelho funciona por meio da colocação de pequenos eletrodos no corpo do paciente, aplicados na área dolorida para a realização do procedimento. 


Ultrassom 

O ultrassom é outro aparelho utilizado na eletroterapia. Nesse procedimento, o dispositivo é usado para gerar ondas de calor que aumentam o fluxo sanguíneo e o metabolismo. Esse aparelho auxilia bastante em casos de regeneração tecidual e é usado para tratar problemas como tensões e dores musculares, mialgias, contraturas musculares, entre outros problemas.


Laser 

O laser também é utilizado na eletroterapia. Esse equipamento consegue produzir um efeito analgésico e anti-inflamatório para estimular a cicatrização e a regeneração tecidual. 


Globus 

A corrente Globus é um aparelho de eletroestimulação muito utilizado na eletroterapia. Esse dispositivo gera choquinhos elétricos para produzir uma resposta muscular mais rápida e promover o relaxamento muscular. O globus ajuda a fortalecer a musculatura e aumentar a circulação sanguínea e oxigenação das células. 


Corrente interferencial 

A corrente interferencial é um aparelho usado na eletroterapia que possui baixa frequência e amplitude moderada. Isso permite o cruzamento de duas ou mais correntes de forma alternada, ajudando a intensificar o processo de analgesia e fortalecimento muscular. 


Quais são os benefícios da eletroterapia?

“A eletroterapia pode ser associada com outras técnicas para permitir uma recuperação muito mais rápida. Temos vários aparelhos que aceleram os resultados em tratamentos fisioterapêuticos, permitindo que o paciente possa viver plenamente e realizar todas as suas atividades sem restrições”, afirma Pedro.


 Na fisioterapia, a eletroterapia pode trazer inúmeros benefícios para pacientes com diversos tipos de dores e patologias. Com a intensidade correta, o método não apresenta riscos colaterais e acelera os resultados em eliminação de tensões e dores musculares e em processos de reabilitação. 


Confira abaixo quais são os principais benefícios da eletroterapia na fisioterapia:

  • Controle e eliminação da dor 

  • Promove o relaxamento muscular

  • Diminuição de edemas 

  • Diminuição de contraturas musculares 

  • Estímulo a cicatrização óssea em casos de fraturas

  • Auxilia na regeneração e cicatrização de tecidos

  • Reduz espasmos musculares

  • Melhora a mobilidade das nossas articulações 

  • Promove o fortalecimento da musculatura 

Como já falamos aqui, a combinação da eletroterapia com outras técnicas e métodos de fisioterapia auxilia na formulação de tratamentos mais eficazes e de resultados cada vez mais rápidos. 


Junto com o alinhamento postural, por exemplo, a eletroterapia pode trazer todos os benefícios listados acima e com a promoção de uma consciência corporal para a melhora da postura. Na Clinic Advance, a eletroterapia é utilizada na combinação com diversos outros procedimentos em prol do bem-estar e da qualidade de vida dos nossos pacientes. 


Quer aliviar dores ou tratar alguma lesão? A eletroterapia e a fisioterapia podem te ajudar! Marque uma avaliação com um de nossos profissionais clicando no botão abaixo! Venha recuperar a sua qualidade de vida com a gente!




50 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page