top of page
Buscar
  • Foto do escritorClinic Advance

Fascite plantar: exercícios e tratamento

Atualizado: 23 de nov. de 2023



A fáscia plantar é um ligamento que nós temos no solado dos pés e responsável por conectar os ossos dos dedos dos pés com o calcanhar. Essa estrutura é fundamental no nosso corpo, porque o nosso andar está diretamente ao trabalho da fáscia plantar. A fascite plantar é a inflamação da fáscia plantar, o que gera uma dor aguda e que afeta o dia a dia das pessoas.


Segundo informações da BBC, a fascite plantar ocorre em cerca de 10% população em algum momento da vida. A fascite plantar é principal causa de dores no calcanhar, afetando entre 3,6% e 7% da população, afetando principalmente pessoas entre 40 e 60 anos de idade.


A inflamação da fáscia plantar pode impactar com pessoas comuns que pratiquem ou não atividades físicas até atletas de alta performance. É importante entender o que causa e quais são os sintomas da fascite plantar e como se dá o tratamento dessa inflamação e retomada da vida normal.


Principais causas e sintomas da fascite plantar


Basicamente, a fáscia plantar é essencial para o nosso andar porque ela tem a capacidade de amortecer e distribuir o impacto das pisadas no dia a dia. Então, é possível entender que a fascite plantar traz sintomas bem claros e evidentes na maioria dos casos.


Não há causas definidas para a fascite plantar, mas a SBED (Sociedade Brasileiro para o Estudo da Dor) aponta a prática de exagerada de exercícios físicos, o sobrepeso e a idade como fatores de risco para desenvolvimento do problema.


O principal sintoma da fascite plantar é uma dor forte e aguda na sola do pé, próximo ao calcanhar. A dor costuma ser mais intensa no início da manhã e diminui durante o dia. Há também casos em que a pessoa, além da dor, apresenta outros sintomas como a vermelhidão ou o inchaço do local.


O diagnóstico da fascite plantar é clínico e leva em consideração os sintomas e o histórico do paciente. Em alguns casos, o ortopedista também pede exames de raio-x e ultrassom para diagnosticar a inflamação e os seus impactos no dia.


Exercícios e tratamentos para a fascite plantar


A fascite plantar pode ser tratada e prevenida com a adoção de exercícios e tratamento fisioterapêutico. Para entender melhor como o tratamento acontece, conversamos com o fisioterapeuta Pedro Henrique de Medeiros, um dos responsáveis pela Clinic Advance. Confira a entrevista abaixo:


O que é fascite plantar?


Na linguagem médica brasileira, a terminação “ite” se refere a inflamação. A fascite plantar é a inflamação das fibras musculares da sola do pé. O problema gera uma dor no solado, que normalmente na maioria dos casos acontece próximo do calcanhar.


Quais são os melhores exercícios para fascite plantar?


A melhor opção para fascite plantar é fazer fisioterapia. Os exercícios buscam deixar a musculatura o mais relaxado possível.


Mulheres devem evitar salto alto e sapatos que apertam muito alto. Homens também devem evitar sapatos apertados. É fundamental escolher um calçado que tenha um solado mais confortável.


Os exercícios são focados no alongamento. É importante alongar bastante a fáscia plantar e fortalecer a panturrilha, que tem total correlação com o calcanhar e a fáscia plantar. Uma panturrilha fortalecida ajuda a diminuir a sobrecarga na fáscia plantar.


Qual é a importância da fisioterapia no tratamento da fascite plantar?


A fisioterapia consegue reabilitar o paciente para que ele possa retomar plenamente a sua vida social. Quando falamos de fascite plantar, estamos falando de uma dor aguda, bem incômoda, que impossibilita de fazer diversas atividades como exercícios físicos, por exemplo. Isso impacta diretamente a sua qualidade de vida.


Quais são os benefícios dos exercícios para fascite plantar?


Os benefícios são conseguir eliminar a inflamação na fáscia plantar. Além de fortalecer os membros inferiores como um todo por conta dos exercícios de alongamento e fortalecimento.


Também é muito importante que a pessoa siga com os exercícios para que a fascite plantar não volte. Existem diversos casos em que a pessoa trata a fascite plantar, para de sentir dor e pouco tempo depois volta a sofrer com a inflamação. Então, a continuidade dos exercícios é essencial para o seu bem-estar.


Como prevenir a fascite plantar?


Como falei acima, a melhor forma de prevenção contra a fascite plantar é continuar realizando os exercícios de fortalecimento da região. Além disso, não usar salto alto ou sapatos apertados, dando preferência a calçados com melhor amortecimento.


Como vimos ao longo do artigo, a fascite plantar é um problema que pode surgir por conta de diversos fatores, mas possui um tratamento rápido e efetivo. A prevenção também é possível por meio de exercícios de fortalecimento e alongamento.


Isso leva a ressaltar a importância do tratamento e acompanhamento preventivo. Na Clinic Advance, sempre reforçamos a importância do tratamento preventivo como forma de melhorar o bem-estar e a qualidade de vida dos pacientes.


Está sofrendo com a fascite plantar ou com outras patologias com membros inferiores? Marque uma avaliação com um de nossos profissionais clicando no botão abaixo! Venha recuperar sua qualidade de vida com a gente!





82 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page