top of page
Buscar
  • Foto do escritorClinic Advance

Fisioterapia para tratar escoliose: conheça os benefícios

Atualizado: 23 de nov. de 2023





A escoliose é um problema na coluna que afeta um grande número de pessoas, dentre elas muitos jovens. A fisioterapia é uma das áreas que ajuda a combater os efeitos da escoliose para aumentar a qualidade de vida das pessoas.


O problema é bastante sério! De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), a escoliose atinge mais de 50 milhões de crianças entre todo mundo. No Brasil, existem cerca de 1,6 milhão de pessoas com a doença. Destas, cerca de 1% precisa passar por procedimento cirúrgico para diminuir os efeitos do problema.


O tratamento da fisioterapia se dá conforme o grau da escoliose. Para podermos entender, a escoliose causa uma curvatura anormal da coluna para um dos lados do corpo por conta da rotação das vértebras, formando uma espécie de C ou S. A curvatura com até 45 graus pode ser tratada com a fisioterapia, já em casos com curvatura acima de 45 graus, é preciso realizar uma intervenção cirúrgica.


Conversamos com o fisioterapeuta Pedro Henrique de Medeiros, da Clinic Advance, que nos explicou como é o tratamento fisioterápico para escoliose e apontou seus principais benefícios. Confira a entrevista abaixo:


O que é escoliose? Quais são os seus efeitos?


Escoliose é um desvio postural, normalmente desenvolvido e descoberto na faixa etária entre 8 e 14 anos, na maioria das pessoas. A escoliose tem diferentes graus, podendo ser leve, moderado ou grave, de acordo com a angulação medida na fisioterapia e ortopedia.


Independente do grau, a escoliose pode afetar a qualidade de vida da pessoa porque a partir do momento em que o corpo está desalinhado, ele sofre diversas compensações como tensões e dores musculares em uma região do corpo, por exemplo.


Vale lembrar também que a escoliose pode acontecer em única ou dupla curvatura. E em casos mais graves, dependendo do quão desalinhada estiver a pessoa, ela pode ter de fazer um procedimento cirúrgico. O que na minha opinião só deve ser feito, caso o desalinhamento causado pela escoliose atinja os órgãos.


Como a fisioterapia ajuda no tratamento da escoliose?


Não só a fisioterapia, mas também a técnica do alinhamento postural. Dentro do tratamento da escoliose, o alinhamento postural consegue melhorar a postura para que o paciente não sofra com sobrecargas ou compensações excessivas causadas pela escoliose.


A escoliose pode causar diversos tipos de desníveis no corpo, tanto muscular, como articular e de nervos. E a fisioterapia ajuda nesse processo porque com o alinhamento postural, o paciente consegue deixar de sentir as compensações causadas por conta da escoliose.


Quais os benefícios da fisioterapia para tratar escoliose?


O principal benefício é que deixamos a pessoa com o corpo alinhado e eliminamos as tensões que ela possui por conta da escoliose.


Na experiência com nossos pacientes, percebemos que a partir do desenvolvimento da escoliose, os pacientes se queixam de tensões, sobrecargas principalmente nas costelas e na região do tronco.


Então, o maior benefício é o alinhamento do corpo. E consequentemente, isso ajuda a aliviar as tensões e dores musculares que a pessoa sente no dia a dia ao realizar atividades cotidianas.


A fisioterapia para tratar escoliose pode ser aplicada em qualquer pessoa?


Sim. A fisioterapia deve ajudar a tratar qualquer tipo de escoliose, independente do grau. O benefício, como falei acima, são de deixar o corpo mais alinhado e diminuir a intensidade das compensações geradas pela escoliose.


Obviamente que devemos tomar cuidado com pacientes mais jovens e pessoas idosas, sabendo dosar a pressão durante a aplicação da fisioterapia. No caso de algum outro comprometimento que a pessoa possua, como pessoas com câncer, gestantes, pessoas com osteoporose, é preciso olhar com mais cuidado e fazer o tratamento adequado.


Mas em resumo, a fisioterapia pode e deve ser aplicada em pacientes com escoliose. Existem diversos tipos de escoliose e a maioria delas é idiopática, em que não é possível apontar uma causa.


Dessa forma, há afirmações de que a escoliose seja genética ou que surjam por conta de alterações posturais. Também há casos de escoliose congênita, que consiste na má formação da coluna vertebral, o que acomete o indivíduo desde o nascimento.


A escoliose pode ser identificada pela avaliação postural que se caracteriza por alterações como ombros e quadris desalinhados, inclinação lateral do tronco e aparente assimetria dos membros inferiores.


Os médicos também podem atestar a escoliose por meio do Teste de Adams em que são observadas assimetrias na região da coluna. Quanto mais precocemente a doença for diagnosticada, mais fácil será o seu tratamento.


O alinhamento postural e a fisioterapia podem ajudar no tratamento com escoliose. Na Clinic Advance, todos os fisioterapeutas são altamente capacitados para trabalhar com técnicas que ajudem a diminuir os efeitos da escoliose e melhorar a qualidade de vida dos pacientes.


Você acredita que tem escoliose? Deseja fazer um diagnóstico com um fisioterapeuta? Marque uma avaliação com um de nossos profissionais clicando no botão abaixo! Venha recuperar a sua qualidade de vida com a gente!



301 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page