top of page
Buscar
  • Foto do escritorJorge Carvalho

Como funciona a reabilitação na fisioterapia?


mulher fazendo exercício de reabilitação com fisioterapeuta

O processo de reabilitação é muito importante para a qualidade de vida das pessoas. Em muitos casos de lesões graves, doenças, a reabilitação é a maneira mais eficaz de reestabelecer o bem-estar físico e mental. E a fisioterapia é parte fundamental desse processo. 


Na reabilitação, é possível tratar casos complexos de pacientes pós-cirúrgicos até pacientes com dores e limitações mais simples, passando também por pacientes com sequelas devido a doenças e condições como o AVC (Acidente Vascular Cerebral), câncer ou até mesmo a COVID-19. 


Para nos ajudar a entender o papel da fisioterapia na reabilitação, conversamos com o fisioterapeuta Pedro Henrique de Medeiros, da Clinic Advance, que nos ajudou a montar este artigo. 


O que é reabilitação e como funciona o processo? 

A reabilitação é um processo focado em ajudar pessoas a recuperarem a saúde física e mental. O objetivo é ajudar o paciente a recuperar suas capacidades físicas, sensoriais, intelectuais, sociais e psicológicas. 


Dessa maneira, o processo de reabilitação envolve identificar as necessidades do paciente, entender a melhor forma de tratamento, executar o tratamento e avaliar os efeitos até alcançar o resultado esperado. Nesse processo, o paciente consegue recuperar a sua qualidade de vida dentro do que é possível em suas condições de saúde. 


Como a fisioterapia atua em processos de reabilitação?

“Na verdade, a fisioterapia nunca deixe de ser um processo de reabilitação. Todos os procedimentos são voltados para que o paciente possa fazer suas atividades do dia a dia com excelência e sem dor”, destaca Pedro. 


No geral, a fisioterapia atua em duas formas de reabilitação, confira quais são eles abaixo:

Tratamento de lesões, dores e patologias

A fisioterapia consegue reabilitar o paciente em casos de lesões, dores e patologias. E cada tratamento é focado nas necessidades do paciente. Então, em um paciente com dores no pulso, por exemplo, o tratamento será focado em identificar a origem, tratar a dor e fortalecer a região para evitar que as dores retornem. 


Outro exemplo é a reabilitação de lesões causadas na prática de atividades físicas, de alta ou baixa intensidade. Nestes casos, a fisioterapia atua para tratar a dor e recuperar a resistência muscular do paciente. O mesmo vale para lesões mais graves como fraturas e rupturas de ligamentos que demandam cirurgias. 


Também é possível fazer a reabilitação na fisioterapia em casos de doenças e condições como a artrose, a tendinite e até questões mais graves como AVC e câncer. 


Fisioterapia preventiva 

“O nosso objetivo é sempre reabilitar o paciente. E para além da reabilitação, também sempre enfatizamos na clínica a necessidade da fisioterapia preventiva para prevenir novas lesões, dores e evitar o surgimento de alguma patologia”, afirma Pedro. 


Vale destacar que a reabilitação é um processo contínuo em diversos âmbitos. Pessoas que já sofreram com dores, lesões, doenças ou que tem tendência a isso por questões de genética ou laborais pode se beneficiar (e muito!) da fisioterapia preventiva. 


Nesse modelo, o tratamento busca ajudar o paciente a fortalecer os músculos e as articulações, melhorando a sua flexibilidade e aumentando a sua resistência física para eliminar ou diminuir a intensidade de suas limitações no dia a dia. 


Para quem a reabilitação é indicada?

“Todas. Desde o paciente que faz a reabilitação após uma cirurgia até casos mais simples de pacientes com dores. Todos podem se beneficiar com a fisioterapia e recuperar a qualidade de vida e bem-estar para viver com mais tranquilidade e saúde”, enfatiza Pedro. 


Por meio da anamnese, o fisioterapeuta consegue identificar áreas do corpo mais frágeis e como maior tendência a lesões e desenvolvimento de condições limitantes. Então, nesse sentido, a reabilitação na fisioterapia se aplica a todas as pessoas. 


E isso serve tanto pacientes com lesões, dores e doenças já estabelecidas ou que ainda não possuem nenhuma questão aparente. 


Quais são os principais benefícios da reabilitação na fisioterapia? 

“O principal benefício é viver com mais qualidade de vida, sem dor, sem lesão e sem nenhuma doença que limite o bem-estar físico da pessoa. Então, sempre buscamos reabilitar o paciente de acordo com as suas necessidades para que ele possa reestabelecer a sua rotina de forma plena”, afirma Pedro. 


Por meio de diversas técnicas e procedimentos como o alinhamento postural, a quiropraxia, a liberação miofascial, entre outros, é possível tratar dores, lesões e recuperar mobilidade, flexibilidade e autonomia com muito mais rapidez e assertividade. 


A qualidade de vida é o principal benefício e ela é obtida por meio de muitas outras vantagens como: eliminar ou aliviar dores, recuperação completa de lesões, recuperação da plenitude dos movimentos, mais flexibilidade e mobilidade, melhor condicionamento físico, maior resistência muscular, entre outros benefícios. 


Quer fazer um processo de reabilitação na fisioterapia ou busca pela fisioterapia preventiva? Faça uma avaliação com um de nossos profissionais. A Clinic Advance é referência em alinhamento postural! Agende sua consulta agora! 




13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page