top of page
Buscar
  • Foto do escritorJorge Carvalho

O que é bursite e como tratar?



A bursite é um dos tipos mais comuns de inflamações no nosso corpo. Provavelmente, você terá bursite, pelo menos, uma vez ao longo de sua vida. Esse tipo de inflamação é bastante comum, principalmente, a bursite no ombro.


Aqui vamos te mostrar o que é bursite, quais são suas causas e sintomas e como a fisioterapia pode ser crucial para o tratamento. Para isso, conversamos com o fisioterapeuta Pedro Henrique de Medeiros, da Clinic Advance, que nos ajudou a montar este artigo. 


O que é bursite? 

A bursite é uma inflamação nas bursas, que são espécies de bolsas com líquido sinovial que fica entre o tendão e a pele ou osso. A função das bursas é amortecer o atrito entre músculos, tendões e ossos nas movimentações do corpo no dia a dia. 

Confira quais são os principais tipos de bursite:


Bursite no ombro 

A bursite no ombro é o tipo mais comum de bursite. Essa inflamação surge geralmente devido a impacto dos tendões do manguito rotador e do osso acrômio na Bursa, o que causa a inflamação. 


Bursite anterior do tendão de Aquiles 

A bursite anterior do tendão de Aquiles acomete a região de trás do tornozelo e geralmente é causada pela compressão constante do local. É muito comum que esse tipo de inflamação surja após o uso rotineiro de sapatos rígidos como salto alto. 


Bursite no quadril 

A bursite no quadril é resultado de lesões traumáticas na região do quadril. E isso pode se agravar devido ao envelhecimento e outras patologias da coluna como artrite e artrose.

 

Bursite do cotovelo

A bursite no cotovelo também é bastante comum. Esse tipo de bursite acontece pela inflamação entre a pele e os ossos do cotovelo e pode ser causada por lesões ou pressões constantes no local. 


Bursite no joelho

A bursite no joelho é conhecida como “pata de ganso” e se localiza entre o osso da canela e os tendões em volta da parte medial do joelho. 


Bursite da patela 

A bursite da patela também é um tipo de bursite no joelho, que se caracteriza como a inflamação da patela. Esse tipo de inflamação é comum em pessoas que precisam passar muito tempo ajoelhadas ou que sofrem alguma lesão traumática no joelho. 


Quais são as principais causas e sintomas da bursite? 


“A principal causa da bursite são os movimentos repetitivos. Então, pessoas que trabalham sentadas ou atividades físicas que utilizam muito os braços como o basquete e o tênis, por exemplo, tem mais facilidade para desenvolver esse tipo de inflamação”, explica Pedro. 

Confira abaixo as principais situações que podem causar a bursite:

  • Passar muito tempo sentado 

  • Ficar ajoelhado por muito tempo

  • Apoiar os cotovelos em superfícies rígidas 

  • Levantar objetos sobre a cabeça repetidamente

  • Lançar bolas 

  • Uso excessivo das articulações devido às atividades do dia a dia


Também é importante saber como identificar os sintomas da bursite para não confundir com outros tipos de inflamações comuns como a tendinite.


“Geralmente, a bursite compromete toda a articulação, causando a restrição de movimento e retenção de líquido, o que gera edemas e hematomas no local. Os principais sintomas são dores no local, limitação de movimento como, por exemplo, sentir um desconforto ao abrir o braço”, complementa Pedro. 


Confira abaixo quais são os principais sintomas da bursite:

  • Limitação dos movimentos na região afetada

  • Desconfortos ao fazer movimentos simples 

  • Dores constantes e agudas 

  • Edemas e hematomas no local


Vale ressaltar que a bursite também pode ter bursite aguda e a bursite crônica. E nesses casos, a bursite aguda possui cura por meio de tratamento com fisioterapia e uso de analgésicos e anti-inflamatórios. 


Já a bursite crônica não possui cura, mas sim tratamento. Nestes casos, é possível fazer o uso de analgésicos, anti-inflamatórios e sessões de fisioterapia para aliviar os sintomas causados pela doença. 


Como a fisioterapia pode ajudar no tratamento da bursite?

“A fisioterapia atua com a eletroterapia e o laser para fazer a analgesia e diminuir as dores. Também é importante administrar o uso de compressas quentes para aumentar a circulação sanguínea”, explica Pedro. 


“Outra técnica importante é a liberação miofascial para trabalhar a soltura da musculatura em torno da região do ombro, assim como a quiropraxia para soltar as articulações por meio das manipulações e mobilizações articulares”, complementa.


Como podemos perceber, a fisioterapia é um aliado muito importante para o tratamento da bursite. E assim como outras doenças comuns como a tendinite, é importante fazer uso da fisioterapia preventiva para prevenir inflamações e fazer o tratamento rápido para evitar que as dores afetem a qualidade de vida e o bem-estar. 


Tem bursite e precisa de tratamento? Faça uma avaliação gratuita com um de nossos profissionais. Agende sua consulta agora! 




11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page